Mundo Mulher

/

Tempo seco aumenta alergia a cosméticos

29/08/2012

Produtos para cabelo e filtro solar são os que mais causam reações alérgicas. Saiba como evitar.

Os dias secos que assolam o Brasil castigam a pele. “Em crianças e idosos o ressecamento é maior porque a pele é mais frágil”, afirma a dermatologista, Pietra Martini, da Clínica Priméra. A pele seca, destaca, é o primeiro sinal de desidratação do organismo. Pode se tornar um problema grave porque nosso corpo é formado em 70% por água e precisa dela para ter um bom funcionamento. As principais recomendações para evitar complicações são: beber bastante água, se proteger do sol e incluir frutas na alimentação.

Pietra diz que apesar da fragilidade das crianças e idosos é a mulher que sente maior desconforto na pele durante a estiagem. Isso porque, o uso de  cosméticos neste período favorece o aparecimento de reações alérgicas, ou seja, intolerância da pele ao contato com determinadas substâncias. A médica diz que até um creme que sempre foi usado pode desencadear processo alérgico neste período. Isso acontece porque no tempo seco a pele perde água e o manto lipídico que a protegem naturalmente.

Atenção ao teste de toque
“Produtos para cabelo, como alisantes e tinturas, seguidos por filtro solar, são os maiores vilões dos processos alérgicos por cosméticos”, afirma. Acontecem porque o teste de toque que é a aplicação de uma pequena quantidade do produto no antebraço ou atrás da orelha três dias antes do uso é negligenciado. Quem tem qualquer tipo de alergia, mesmo que seja das vias aéreas, deve redobrar a atenção, principalmente com alisantes que podem conter formol. Isso porque, mesmo que a quantidade de formol seja a permitida pela ANVISA, a aplicação em pessoas alérgicas pode ser perigosa.

Outros cuidados
A especialista diz que ao primeiro sinal de irritação após aplicação de qualquer produto na pele ou cabelo, deve ser retirado com bastante água para eliminar todos os resíduos. A pele limpa deve receber um hidratante para evitar coceira. Todo creme aplicado após o banho tem  maior absorção.  O contato com água quente deve ser evitado porque dilata os vasos e estimula a produção de  histamina, piorando o desconforto.

Se a pele continuar coçando, a recomendação da médica é esfriar o local com compressas de gaze embebidas em água gelada ou com uma bolsa de água. Não desaparecendo os sintomas, orienta procurar por um dermatologista.

“O uso de cremes com corticóide só devem ser adotados sob supervisão médica porque podem desencadear outras complicações”, afirma. Outro cuidado é evitar adstringentes e filtro solar na forma de gel que podem ressecar a pele por conter álcool. “Quando um processo alérgico está instalado é essencial ficar longe do sol. As manchas vermelhas podem ser tornar castqanhas quando expostas ao sol”, conclui.

 
Eutrópia Turazzi – eutropia@uol.com.br

Mundo Mulher
Mundo Mulher
Mundo Mulher
box_veja