Mundo Mulher

Quarto de moça

20/02/2010 

Os jovens costumam transformar o quarto muito mais do que um espaço para dormir. O quarto das moças é um ambiente informal e multifuncional, usado também para receber amigos, estudar, navegar pela internet e curtir música e filmes.

O quarto torna-se o mundo dela e abriga equipamentos de som e imagem, sofá, pufe, cadeiras, mesa de estudos e estantes. “É fundamental a utilização desses espaços integrados, todos têm de ter uma mesma linguagem e ser de fácil organização com nichos para os objetos que elas gostam”, frisa a arquiteta Arytana Stefenoni Tartuce.

Geralmente os ambientes são pequenos. Para obter um resultado eficaz na decoração e adequar todos os elementos, a designer de interiores Maria Célia Moraes sugere truques como optar por um móvel com múltipla funções e aparelhos portáteis menores e de fácil manuseio. De acordo com a arquiteta Adriana Mundim, é fundamental o bom posicionamento da cama. “A cama encostada na parede traz mais amplitude.

O estudo fica em bancada ou mesa encostada em outra parede. Assim, pode sobrar espaço para um pequeno camarim, poltrona e estante para som e CDs. A boa circulação deve ser priorizada”, alerta. Arytana Tartuce destaca ainda a importância de projetar o ambiente com boa ventilação, lembrando que os jovens gostam de ficar nos quartos com as portas trancadas, dificultando a troca de ar.

Para personalizar o ambiente, ele precisa ter a cara da moradora. Por isso, o projeto deve ser elaborado observando questões como o dia a dia da garota, o que ela faz, do que gosta. “A jovem está muito independente e manifesta o que quer. O conceito do quarto tem de ter a cara dela”, atesta a arquiteta Elaine Saliba. Para Adriana Mundim, as paredes podem ser personalizadas com papéis ou tecido, e, sobre eles, quadros, gravuras e prateleiras. “Mas o que realmente dá vida ao espaço são os próprios objetos da moça. Ela vai espalhar roupas, CDs, livros, fotos e outros itens escolhidos por ela”, diz Adriana Mundim.

Estilos
O estilo do quarto parte do perfil da jovem. Elaine Saliba aposta na proposta neutra, contemporânea. Os detalhes é que promovem a ousadia. Peças utilitárias, tapetes, cortinas, luminárias, colchas, almofadas, adesivos e fotografias são bons exemplos de personalização. Materiais de fácil aplicação e remoção deixam o básico interessante e podem ser substituídos sem grandes custos. Um alívio, já que os jovens mudam suas preferências com frequência.

As cores também devem ser decididas junto com a moradora. “As que ainda predominam no universo das moças são rosa, lilás e berinjela”, aponta Maria Célia Moraes. Elaine Saliba sugere tons neutros como cinza e preto, alegrados por toques de rosa, roxo ou vermelho. “Há destaque nos tons de roxo e inicia-se o uso de cores cítricas”, acrescenta Arytana Tartuce. Segundo Adriana Mundim, as cores que predominam são o rosa seco e o lilás para as românticas e, para as mais modernas, vermelho, amarelo e outros tons berrantes em pinceladas sobre o branco.

NÃO PODE FALTAR

CAMA
Quase sempre é no modelo box e em tamanho maior, às vezes até a de casal. As jovens querem conforto. Se o quarto não for tão espaçoso, substitua a cabeceira – que ocuparia cerca de10 cm – por papel ou tecido sobre a parede.

ARMÁRIOS
São cada vez maiores e com melhor distribuição, já que as garotas adoram roupas e sapatos. As divisórias e nichos facilitam a organização.

ILUMINAÇÃO
A iluminação de destaque, direcionada a pontos como bancada, e a iluminação de impacto, com pendente, abajur ou uma peça diferenciada, são recursos para marcar a identidade da moradora.

O abajur, além de personalizar o quarto, cria uma iluminação confortável e aconchegante.

O lustre de cristal como abajur se encaixa em qualquer decoração e pode ser usado como pendente ao lado da bancada ou da cama. É bom que o abajur esteja interligado com o interruptor geral. Assim, ao chegar ao quarto, pode-se acendê-lo sem precisar alcançá-lo no escuro. Ao apagar usa-se o paralelo ao lado dele, na cabeceira da cama.

ESPELHO
É uma das paixões das garotas. As opções de modelos são amplas.
É mais do que funcional, tem efeito decorativo e pode criar uma imagem de ampliação do espaço. Os modelos em tamanhos generosos se destacam. Mas cuidado para não exagerar, os espelhos podem ser cansativos e conflitantes.

BANCADA DE TRABALHO
Está mais restrita aos modernos equipamentos tecnológicos. Não exagere em equipamentos eletrônicos. Eles perturbam o sono.

FOTOS
Dão personalidade. Elas aparecem plotadas em adesivos, um recurso mais barato e de fácil aplicação.

PAPEL DE PAREDE
Tem variações de cores e estampas, podendo entrar em composições de listras e florais. Pode ser substituído por tecido.

TAPETE
Dá aconchego. Os de tons neutros são mais indicados. Mas há opções divertidas em cores vivas.

COMPLEMENTOS
A decoração se completa com enxovais modernos, adesivos nas paredes, almofadas, peças decorativas e cortinas, além dos objetos pessoais.

Goiasnet.com/O Popular - Ana Claudia Rocha

Mundo Mulher
Mundo Mulher
Mundo Mulher
Mundo Mulher
Mundo Mulher
Mundo Mulher